Uma experiência de aprendizagem mediada com adolescentes em uma escola pública de Salvador-Bahia

Joanna Angélica Carneiro Oliveira

Resumo


Este trabalho procurou investigar em que medida uma experiência de mediação, em grupo, contribuiu para provocar desejos e alcançar mudanças na capacidade de aprender, em 12 adolescentes. Com a mediação intencional, visou-se identificar algumas disfunções cognitivas, desenvolver ou despertar a motivação intrínseca e as funções cognitivas subjacentes dos adolescentes. Os resultados mostraram a necessidade de mediação, realizada de forma integrada, na qual a escola e a família devem atuar em parceria, auxiliando os processos de aprendizagem dos adolescentes.

Palavras-chave


Mediação. Adolescentes. Processos de aprendizagem. Escola pública.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/2317-1219rf.v13i13.3005

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994