Incentivo à cultura surda nos processos educacionais: experiência visual e desenvolvimento linguístico em foco

Ana Dorziat, Lucas Romário, Maiane Machado de Morais, Luzenice Simey Macedo de Carvalho

Resumo


Este artigo analisa práticas pedagógicas de professoras surdas que atuam com alunos/as surdos/as em escolas públicas regulares de João Pessoa-PB. Com base nos Estudos Surdos, evidenciamos as produções culturais que emergem de suas experiências visuais, materializadas na língua e identidades surdas. Para tanto, fizemos observações e entrevistas com três professoras surdas que desenvolviam o Atendimento Educacional Especializado, nas Salas de Recursos Multifuncionais, espaço onde consideramos que as interações entre pessoas surdas (docente-discente) ocorriam mais diretamente. Das situações pedagógicas e narrativas das professoras surdas, destacamos elementos, como: a experiência visual e o desenvolvimento linguístico. As análises mostraram que é possível a construção de processos pedagógicos que unam a educação e a cultura surda, desde que os artefatos desta sejam considerados e haja suporte para o adensamento de processos educacionais que empreendam esforço para trazer a diferença para o centro do processo. Esse é o caminho para a escola se tornar, realmente, mais inclusiva.

Palavras-chave


Educação. Educação dos surdos. Educação inclusiva.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2011.

CAMPELLO, Ana Regina e Souza. Pedagogia Visual/Sinal na Educação dos Surdos In: QUADROS, Ronice M.; PERLIN, Gladis (Orgs.). Estudos Surdos II. Petrópolis, RJ: Arara Azul, 2007. p. 100-131.

CRUZ NETO, Otávio. O trabalho de campo como descoberta e criação. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 16. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. p. 51-66.

DAMÁZIO, Mirlene Ferreira Macedo. Atendimento Educacional Especializado: Pessoa com Surdez. Brasília: MEC, 2007.

DORZIAT, Ana. Bilinguismo e surdez: para além de uma visão linguística e metodológica. In: SKLIAR, Carlos (Org.) Atualidade da educação bilíngue para surdos: processos e projetos pedagógicos. Porto Alegre: Editora Mediação, 2013. p. 29-30.

GESUELI, Zilda Maria. Língua(gem) e Identidade: a surdez em questão. Educ. Soc., Campinas, vol. 27, n. 94, p. 277-292, jan./abr. 2006.

GOLDFELD, Márcia. A criança surda: linguagem e cognição numa perspectiva sócio-interacionista. 2. ed. São Paulo: Plexus Editora, 2002.

GRAY, David E. Pesquisa de mundo real. 2. ed. Porto Alegre: Penso, 2012.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Ciência, técnica e arte: o desafio da pesquisa social In: ______ (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001. p. 09-30.

PERLIN, Gladis; MIRANDA, Wilson. Surdos: o narrar e a política. Ponto de Vista, Florianópolis, n. 05, p. 217-226, 2003.

QUADROS, Ronice Müller de. Ideias para ensinar português para alunos surdos. Brasília: MEC, SEESP, 2006.

QUADROS, Ronice Müller de. O “BI” em bilinguismo na educação de surdos. In: LODI, Ana Claudia Balieiro; MÉLO, Ana Dorziat Barbosa de; FERNANDES, Eulália (Orgs.). Letramento, bilinguismo e educação de surdos. Porto Alegre: Mediação, 2012. p. 187-200.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

ROMÁRIO, Lucas. Pedagogia surda: cultura, diferença e construção de identidades. Curitiba: EDITORA CRV, 2018.

ROMÁRIO, Lucas; DORZIAT, Ana. Considerações sobre a pedagogia visual e sua importância para a educação de pessoas surdas. Revista Cocar (online), v. 10, p. 52-72, 2016.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3. ed., 2. reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

SKLIAR, Carlos. Estudos Surdos em Educação: problematizando a normalidade. In: ______. (Org.). A surdez: um olhar sobre as diferenças. 6. ed. Porto Alegre: Mediação, 2013.

STROBEL, Karin. As imagens do outro sobre a cultura surda. 3. ed. rev. – Florianópolis: Ed. da UFSC, 2013.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/re.v8i3.28775

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994