“.... Para ser macho não pode negar fogo, tem que ser viril. Então não tem nada a ver com a dança...”

Erik Giuseppe, Elaine Romero

Resumo


Este empreendimento se propõe a analisar a percepção de alunos de graduação em Educação Física sobre construção sociocultural do corpo masculino. Com o propósito de colher informações, empreendemos um estudo inserido no paradigma fenomenológico-hermenêutico, utilizando análise de discurso e envolvendo 27 alunos de ambos os sexos do curso de graduação em Educação Física das diversas universidades do Rio de Janeiro. Os instrumentos empregados constaram de uma entrevista semi-estruturada e da exibição de uma foto, na qual bailarinos do sexo masculino pousavam com tutu (vestimenta tradicionalmente utilizada pelo sexo feminino). Incursionando nas respostas dos entrevistados, identificamos 6 elementos
marcantes: 1- o símbolo da vestimenta; 2- as atividades ditas femininas; 3- o futebol; 4- “Outros”; 5- a homossexualidade e; 6- raça e gênero.

Palavras-chave: gênero, corpo e educação física.

Palavras-chave


gênero, corpo e educação física.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/2317-1219rf.v9i8.2821

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994