A formação inicial do professor de Língua Portuguesa e aspectos de sua constituição como professor-leitor

Dinéa Maria Sobral Muniz, Fabíola Silva de Oliveira Vilas Boas

Resumo


Este estudo apresenta os primeiros resultados de uma pesquisa de doutorado que busca analisar as histórias de leitura que integram experiências leitoras de cunho individual/pessoal e de início à docência dos graduandos do curso de Licenciatura em Letras Vernáculas da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), na Bahia. Trata-se de uma investigação-formação de caráter qualitativo que segue a esteira de trabalhos que articulam aspectos dos terrenos acadêmico e profissional com aqueles ligados à dimensão pessoal da vida dos docentes. O objetivo é analisar as histórias de leitura desses futuros professores a fim de compreender como os processos de formação do professor-leitor se constituem/se modelam nas experiências pessoais e acadêmicas. Para tanto, foram utilizadas como fontes de produção de dados a observação participante, os grupos de discussão, a entrevista narrativa e a carta pedagógica. Neste artigo focalizaremos apenas os dados produzidos a partir da observação participante e dos grupos de discussão, realizados nos dois últimos semestres do curso, ocasião na qual os graduandos cursaram os Estágios Supervisionados de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira. O escopo teórico-metodológico está ancorado nos estudos do grande campo da formação inicial de professores, das narrativas (auto)biográficas, da leitura e do discurso como efeito de sentidos. Os resultados parciais demonstram que as narrativas, entendidas no estudo como produções discursivas, constituem valiosos instrumentos para compreender e apreender aspectos da formação inicial do professor de língua portuguesa, sobretudo o seu trabalho pedagógico com a formação de leitores e sua própria relação com a leitura.

Palavras-chave


Formação inicial de professores; histórias de leitura; professor-leitor

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. (Volochínov). Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2003.

DELORY-MOMBERGER, Chiristine. Abordagens metodológicas na pesquisa biográfica. Revista Brasileira de Educação, Dez 2012, vol. 17, n. 51, p. 523-536.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 51ª ed. São Paulo: Cortez, 2011.

GALEANO, Eduardo. O livro dos abraços. 11 ed. Porto alegre: L&PM, 2003.

JOSSO, M. C. Experiências de vida e formação. 2 ed. Natal, RG: EDUFRN/ São Paulo: 2010.

KOCH, Ingedore G. Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender: os sentidos do texto. 3 ed. São Paulo: Contexto, 2010.

LIMA, Maria Socorro Lucena; AROEIRA, Kalline Pereira. In: GOMES, Marineide de Oliveira (Org.). Estágios na formação de professores: possibilidades formativas entre ensino, pesquisa e extensão. São Paulo: Edições Loyola, 2011. p. 117-132.

MACEDO, Roberto Sidnei. Etnopesquisa crítica, Etnopesquisa formação. Brasília: Líber Livro Editora, 2006.

MARIA, Luzia de. O clube do livro: ser leitor, que diferença faz? 2ª ed. São Paulo: Editora Global, 2016.

NÓVOA, Antonio. (Org). Os professores e a sua formação. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1992.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 6. ed. Campinas, SP: Pontes, 2005.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso e Leitura. 9ª ed. São Paulo: Cortez, 2012.

PASSEGI, Maria da Conceição. Narrar é humano! Autobiografar é um processo civilizatório. In: PASSEGI, Maria da Conceição; CONCEIÇÃO, Maria (Org.). Invenções de vida, compreensão de itinerários e alternativas de formação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. p. 103-130.

PÊCHEUX, Michel; FUCHS, Catherine. A propósito da análise automática do discurso: atualização e perspectivas. In: GADET, Françoise; HAK, Tony. (Org.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas, SP: UNICAMP, 1990. p. 163-252.

PETIT, Michèle. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. 2. ed. Tradução de Celina Olga de Souza. São Paulo: Ed. 34, 2009.

SILVA, Ezequiel Theodoro. O professor leitor. IN: SANTOS, Fabiano; MARQUES NETO, José Castilho; RÕSING, Tânia M. K. Mediação de leitura: discussões e alternativas para a formação de leitores. São Paulo: Global, 2009. p. 23-36.

SOUZA, Elizeu Clementino. O conhecimento de si: estágio e narrativas de formação de professores. Rio de Janeiro: DP&A; Salvador, BA: UNEB, 2006.

WELLER, Wivian. Grupos de discussão: aportes teóricos e metodológicos. In: PFAFF, Nicolle; WELLER, Wivian. Metodologias da Pesquisa Qualitativa em Educação: teoria e prática. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

ZILBERMAN, Regina; SILVA, Ezequiel Theodoro. (Orgs.). Leitura: perspectivas interdisciplinares. São Paulo: Ática, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/re.v6i2.21068

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994