O cinema pelo olhar dos jovens: percepções de suas relações na escola e nas redes

Adriana Hoffmann Fernandes, Kelly Maia Cordeiro

Resumo


O artigo apresenta parte dos achados do campo de pesquisa realizado numa escola do ensino médio integrado dentro de uma pesquisa de mestrado vivida dentro no grupo de pesquisa numa parceria entre duas universidades e a escola pesquisada. Nesse contexto o artigo em questão procura apresentar dois aspectos destacados e vividos pelos jovens nas relações com o cinema:1) os momentos de exibição e debate de filmes vividos na escola e 2) os momentos de ver filmes fora da escola em casa e os critérios de escolha advindos desse momento de informalidade no ver. Ao apresentar esses dois momentos mostra o quanto eles estão imbricados e o quanto a formação com o cinema vivida na escola é também mediadora do ver filmes em outros locais. A fala dos jovens aponta como os professores e a formação do olhar vivida na escola são levadas por eles para as redes e os filmes vistos em diferentes contextos sem, no entanto, não desconsiderarem que a família também é uma das mediadoras de suas escolhas nos momentos de informalidade. No entanto, a pesquisa aponta que a escola passa a ter uma atuação mais ampliada do que o esperado continuando a ser referência para eles em outros locais convivendo com outras referências do cotidiano deles. Esse fato é o que mais nos chamou a atenção acerca das relações entre cinema e educação na pesquisa apresentada.

Palavras-chave


cinema, escola, jovens, formação

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: ______. Obras escolhidas: magia e técnica, arte e política. 7. Ed. São Paulo: Brasiliense,1994. v. 1.

BERGALA, Alain. A hipótese-cinema: pequeno tratado de transmissão do cinema dentro e fora da escola. Rio de Janeiro: Booklink; CINEAD-LISE-FE/UFRJ, 2008.

GARCÍA CANCLINI, Néstor. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. 3. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2010.

COELHO, Teixeira. Dicionário crítico de política cultural: cultura e imaginário. 2. ed. São Paulo: Iluminuras, 2012.

CORDEIRO, Kelly Maia: Cinema e juventude: relações criadas pelos jovens dentro e fora da escola. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Estado do Rio de janeiro, Rio de janeiro, 2013.

DUARTE, Rosália; ALEGRIA, João. Formação estética audiovisual: um outro olhar para o cinema a partir da educação. Educação e Realidade: Dossiê Cinema e Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 1, p. 59-80, jan./jun. 2008. Disponível em http://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/6687 Acesso em março de 2016.

DUARTE, Rosália. Cinema e educação. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

DUBOIS, Philippe. Le cinéma d’exposition. Palestra proferida na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2 abr. 2012.

FANTIN, Monica. Mídia-educação, cinema e produção audiovisual na escola. In: ENCONTRO DOS NÚCLEOS DE PESQUISA DA INTERCOM, 6., 2006, São Paulo. Anais..., São Paulo, 2006. Disponível em http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2006/resumos/r0652-1.pdf Acesso em março 2016.

______. Crianças, cinema e educação: além do arco-íris. São Paulo: Annablume, 2011.

FERNANDES, Adriana Hoffmann. O cinema e a narrativa de crianças e jovens em diferentes espaços educativos. Projeto de Pesquisa (2010-2013), FAPERJ.

FRAGOSO, Suely; RECUERO, Raquel; AMARAL, Adriana. Métodos de pesquisa para internet. Porto Alegre: Sulina, 2011.

FRESQUET, Adriana Mabel. Cinema como arte na escola: um diálogo com a hipótese de Alain Bergala. In: LEONEL, Juliana; MENDONÇA, Ricardo Fabrino (Orgs.). Audiovisual comunitário e educação: histórias, processos e produtos. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010. (Coleção Comunitária e Mobilização Social, 7).

LEMOS, André; CUNHA, Paulo (Orgs.). Olhares sobre a cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2003.

MEDEIROS, Sérgio Augusto Leal de. Cinema na escola com Walter Benjamin. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 32., Caxambu-MG, 2009. Anais eletrônicos... Caxambu: ANPEd, 2009. Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/32ra/arquivos/trabalhos/GT16-5653--Res.pdf Acesso em: 12 jan. 2012.

MOREIRA, Maria Ignez Costa. Pesquisa-intervenção: especificidade e aspectos da interação entre pesquisadores e sujeitos da pesquisa. In: CASTRO, Lucia Rabello de; BESSET, Vera Lopes. Pesquisa-intervenção na infância e juventude. Rio de Janeiro: NAU; FAPERJ, 2008.

OROZCO GÓMEZ, Guillermo. Entre telas: novos papéis comunicativos das audiências. In: BARBOSA, Marialva; FERNADES, Márcio; MORAIS, Osvaldo José (Orgs.). Comunicação, educação e cultura na era digital. São Paulo: INTERCOM, 2009. p. 167-181.

VARELA, Mirta. De las culturas populares a las comunidades interpretativas: fragmentación e consenso en el campo de comunicación y cultura. Revista Diálogos de la comunicación, n. 56, out. 1999. Disponivel em http://www.periodismo.uchile.cl/talleres/teoriacomunicacion/archivos/varela.pdf Acesso em fev de 2016.

XAVIER, Ismail. Um cinema que educa é um cinema que (nos) faz pensar. Entrevista. Educação e Realidade: Dossiê Cinema e Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 1, jan./jun. 2008. Disponivel em http://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/6683 Acesso em fev de 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/re.v6i1.20209

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994