CONHECIMENTO DE ENFERMEIRAS EM UNIDADES DE SAÚDE SOBRE A ASSISTÊNCIA À MULHER VÍTIMA DA VIOLÊNCIA

Joselito Santos, Roberta Leal de Andrade, Luciana Araújo dos Reis, Stênio Fernando Pimentel Duarte

Resumo


A violência contra a mulher é um problema de saúde no Brasil, exigindo uma política de saúde para proteger as vítimas, em uma rede articulada com a atenção básica. O objetivo do trabalho é descrever a assistência à mulher vítima da violência em unidades de saúde em Vitória da Conquista – BA. Para tanto, realizou-se uma pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem quantitativa em unidades de saúde urbanas da cidade, da qual participaram 20 enfermeiras, que responderam a um questionário. A violência contra a mulher é tema de interesse de 75%; 50% classificam-na como problema multifatorial; 75% conhecem a política de proteção à mulher, mas alegam dificuldades de colocá-la em prática; 60% fazem referência direta a questões de gênero, que expressam a magnitude do problema enquanto fenômeno com repercussões sociais, culturais, econômicas e jurídicas.

Palavras-chave


Assistência. Políticas públicas. Unidades de Saúde. Violência contra a mulher.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v28i3.9255

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt