PRESAS PELAS DROGAS: CARACTERÍSTICAS DE SAÚDE DE PRESIDIÁRIAS EM SALVADOR/BAHIA

Míriam Souza Neri, Jeane Freitas de Oliveira, Enilda Rosendo do Nascimento, Maria Enoy Neves Gusmão, Vanessa dos Santos Moreira

Resumo


A caracterização sociodemográfica e de saúde é um importante aspecto a ser considerado na formulação de políticas públicas, tendo em vista a melhoria da qualidade de vida de uma população ou de determinado grupo social. Trata-se de pesquisa exploratória, de abordagem quantitativa, com o objetivo de identificar as características sociodemográficas e de saúde de mulheres presidiárias em Salvador, Bahia. Os dados são do tipo secundário e foram obtidos por meio de consulta, no período de junho/outubro de 2011, aos prontuários de saúde e à relação de internas disponibilizados pela instituição. A análise foi realizada por meio de frequência simples. Os resultados mostram predominância de mulheres jovens, da raça negra, com baixo grau de escolaridade, com ocupação de baixa remuneração e que foram encarceradas pelo tráfico de drogas. Quanto às características de saúde, os registros mostram que a maioria consumia alguma substância psicoativa, possuía cartão de vacina e mantinha relações heterossexuais sem uso frequente de preservativos. As características sociodemográficas das presidiárias de Salvador (BA) têm similaridade com presidiárias de outras regiões do país. Os dados oferecem informações que devem ser contempladas na assistência social e de saúde direcionada às presidiárias visando à reinserção do grupo na sociedade e a prevenção de doenças e agravos sociais, bem como a promoção da saúde.


Palavras-chave


Saúde;Prisão;Mulher;Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v25i2.5908

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.