AÇÃO EDUCATIVA: UMA PERSPECTIVA PARA HUMANIZAÇÃO DO PARTO?

Lucineide Frota Bessa, Marli Villela Mamedi

Resumo


O objeto de estudo é a ação educativa no contexto de resgate à humanização da assistência obstétrica, contemplada no projeto Maternidade Segura. O trabalho tem como objetivo analisar as relações que a mulher estabelece entre a sua experiência no processo parturitivo e o processo educativo. É de cunho qualitativo e foi realizado em uma maternidade do interior paulista. A amostra constituiu-se de mulheres que estavam sendo acompanhadas a partir de 36 semanas de gestação. Ainda foram observados no processo de coleta, acompanhantes e profissionais de saúde. A análise do conteúdo dos depoimentos permitiu apreender-se que as mulheres reconhecem condutas que humanizam e desumanizam a assistência, que são capazes de modificar percepções para fortalecer o cuidado de si e de sugerir mudanças tanto no âmbito assistencial como educativo para a melhoria dos serviços, tendo em vista a humanização.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v24i1,2,3.5699

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt