HIPERTENSÃO ARTERIAL PARA HOMENS: UMA CONDIÇÃO DANOSA E RESTRITIVA

Elilian Oliveira Pereira, Fernanda Carneiro Mussi

Resumo


Objetivo: compreender o significado da hipertensão arterial para homens hipertensos. Método: estudo qualitativo que entrevistou homens hipertensos atendidos em um Centro de Referência para Doenças Cardiovasculares localizado em Salvador, Bahia, Brasil. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra. Dos depoimentos foram extraídos os códigos (núcleos de sentido) que foram agrupados por similaridades e diferenças, formando categorias e subcategorias. Resultados: as quatro categorias que evidenciaram o sentido de conviver com a hipertensão foram: Sendo uma condição silenciosa ou um conjunto de sensações corporais desconfortáveis; Sendo um mal que interfere em dimensões da vida; Sendo um mal que rouba ou sequela a vida; e Sendo uma condição que requer privação de excessos e cuidados. Conclusão: os quatro significados atribuídos à hipertensão revelaram o fardo da doença na vida dos homens.

Descritores: Hipertensão. Homens. Compreensão. Conhecimento. Autocuidado.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v34.36171

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt