CONSULTA DE ENFERMAGEM EM PUERICULTURA À CRIANÇA HAITIANA: DIFICULDADES E POSSIBILIDADES

Elisangela Argenta Zanatta, Cheila Karei Siega, Ingrid Pujol Hanzen, Luiza Alcantara de Carvalho

Resumo


Objetivo: identificar as dificuldades vivenciadas pelos enfermeiros na Consulta de Enfermagem em puericultura à criança haitiana na Atenção Primária à Saúde e as possibilidades para superar esses desafios. Método: estudo exploratório, descritivo com abordagem qualitativa, realizado com dez enfermeiros por meio de entrevista realizada em julho de 2018. Submeteram-se os depoimentos à Análise de Conteúdo. Resultados: a análise dos dados deu origem a duas categorias: Dificuldades na intercomunicação entre enfermeiros e famílias de crianças haitianas e Dificuldades culturais relacionadas ao cuidado da criança haitiana. Conclusão: os resultados revelam dificuldades na realização da Consulta de Enfermagem às crianças, especialmente relacionadas à intercomunicação, pela língua falada pelos haitianos, e pelas questões culturais que permeiam e embasam o cuidado à criança pelas famílias. Para superar as dificuldades os enfermeiros indicam o uso da comunicação não verbal, visita domiciliar para conhecer o contexto e melhorar a confiança e o vínculo com as famílias.

Descritores: Cuidado da Criança. Atenção Primária à Saúde. Processo de Enfermagem. Imigrantes. Consulta de Enfermagem.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v34.35639

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt