QUALIDADE DOS REGISTROS DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL NA CADERNETA DA GESTANTE

Thaíse Almeida Guimarães, Ana Karina Bezerra Pinheiro, Andressa Arraes Silva, Luciene Rocha Garcia Castro, Milka Borges da Silva, Lena Maria Barros Fonseca

Resumo


Objetivo: avaliar a qualidade dos registros na caderneta da gestante averiguando a legibilidade e completude dos registros da assistência pré-natal de risco habitual. Método: estudo avaliativo, descritivo e quantitativo, realizado em nove unidades de saúde da atenção básica em São Luís, Maranhão, Brasil, no período de maio de 2017 a setembro de 2018. Os registros foram avaliados quanto à legibilidade e completude. Resultados: 92,4% das cadernetas foram consideradas com registros legíveis. A avaliação da completude evidenciou que 72,4% apresentaram completude ruim. Nenhuma caderneta foi classificada com registro bom ou excelente. A avaliação por seções demonstrou que a seção de Exames Complementares de Rotina apresentou os melhores resultados, enquanto a seção de Atividades Complementares apresentou os menores níveis de completude. Conclusão: os registros nas cadernetas da gestante foram predominantemente ruins, denotando uma desvalorização desse instrumento e um provável descumprimento das recomendações do Ministério da Saúde para uma assistência de qualidade.

Descritores: Avaliação em Saúde. Qualidade da Assistência à Saúde. Assistência Pré-natal. Registros de Saúde Pessoal


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v34.35099

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt