AVALIAÇÃO DA CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Sandra Dal Pai, Daiane Fernanda Brigo Alves, Pâmella Pluta, Vanessa Dalsasso Batista Winter, Adriane Cristina Bernat Kolankiewicz

Resumo


Objetivo: avaliar a cultura de segurança do paciente na perspectiva da equipe multiprofissional atuante na Atenção Primária à Saúde e sua relação com as características laborais. Método: estudo transversal, realizado com 188 profissionais de 17 Unidades de Saúde da Família de um município do Rio Grande do Sul, Brasil, no período de dezembro de 2017 a abril de 2018. Coleta por meio da versão brasileira do questionário Pesquisa sobre Cultura de Segurança do Paciente para Atenção Primária à Saúde. Realizada análise descritiva e inferencial. Resultados: o escore geral foi considerado positivo (3,64±0,84). Obteve-se percepção claramente positiva e percepção positiva na maioria das dimensões, exceto Pressão e ritmo de trabalho, que foi negativa (2,38±0,76). Evidenciou-se diferença estatisticamente significativa nas variáveis tempo de trabalho, cargo e ser coordenador. Conclusão: a cultura de segurança do paciente na instituição investigada foi considerada positiva na maioria das dimensões, exceto na pressão e ritmo.

Descritores: Atenção Primária à Saúde. Cultura Organizacional. Segurança do Paciente


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v34.34849

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt