PERCEPÇÃO DO IDOSO ACERCA DA VIOLÊNCIA VIVIDA

Miriam Fernanda Sanches Alarcon, Daniela Garcia Damaceno, Bruna Carvalho Cardoso, Viviane Boacnin Yoneda Sponchiado, Luzmarina Aparecida Doretto Braccialli, Maria José Sanches Marin

Resumo


Objetivo: compreender a percepção dos idosos quanto à violência sofrida. Método: estudo qualitativo, realizado na Delegacia de Defesa da Mulher de uma cidade do interior paulista. A coleta foi realizada no período de janeiro a dezembro de 2018, com 15 idosos. Os dados foram analisados por meio da técnica de análise temática. Resultados: duas categorias temáticas emergiram dos relatos: “as agressões e seus impactos” e “buscando uma explicação para o comportamento agressivo”. Dentre as agressões percebidas, destacaram-se as físicas e as verbais, que se transformavam em sentimentos negativos. Contudo, os idosos ainda tentavam justificar as ações de seus agressores. Conclusão: quanto à violência sofrida, os idosos percebiam que viver em situação de agressão prejudicava o conforto e a qualidade de vida.

Descritores: Idoso. Violência. Envelhecimento.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v34.34825

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt