CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS DE HOMENS ATENDIDOS EM UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO

Jéssica Cerqueira Silva, Silvia de Sousa Nassif, Anderson Reis Sousa, Selton Diniz dos Santos, Tilson Nunes Mota, Álvaro Pereira

Resumo


Objetivo: descrever o perfil clínico de homens atendidos em uma unidade de pronto atendimento, do setor público de saúde, em uma cidade do Nordeste brasileiro. Método: estudo descritivo, realizado mediante consulta a 500 prontuários de atendimento de homens em unidade de emergência, no período de janeiro a dezembro de 2015. Resultados: a queixa principal foi dor (35,2%), situação clínica estável (90,4%), classificação de risco não urgente (47,9%), sem apresentação de agravos pré-existentes (80,2%), diagnóstico médico dor em geral (22,6%), terapêutica instituída foi a medicamentosa (87,4%), evolução do caso foi alta por melhora (91,6%), não houve necessidade de encaminhamento (88,0%) e não houve registros de diagnósticos de enfermagem (96,8%). Conclusão: o perfil clínico de homens atendidos em uma unidade de pronto atendimento no Nordeste brasileiro apresenta como características situações de baixa complexidade sem alterações do nível de estabilidade hemodinâmica e necessidade de outros recursos diagnósticos e terapêuticos.

Descritores: Saúde do Homem. Perfil da Saúde. Serviços Médicos de Urgência. Assistência Ambulatorial.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v34.34702

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt