INFLUÊNCIA DO CICLO LUNAR NA FREQUÊNCIA DE ADMISSÕES HOSPITALARES NA MATERNIDADE: ESTUDO RETROSPECTIVO

Jessica Torres Grasel, Thamiza Laureany da Rosa dos Reis, Jacqueline Silveira de Quadros

Resumo


Objetivo: Avaliar se a frequência de admissões hospitalares na maternidade sofre influência do ciclo lunar Método: Estudo analítico, documental, retrospectivo, com abordagem quantitativa. Desenvolvido em uma maternidade no Sul do Brasil, no período de julho de 2013 até julho de 2014 e a amostra foi composta por 845 prontuários de parturientes. Análise dos dados descritiva e utilizou-se teste exato de Fischer e Qui-Quadrado. Resultados: Aproximadamente 84% (n = 709) das mulheres não foram admitidas na maternidade cenário do estudo durante os dias de mudança de lua e não houve diferença significativa entre o número de admissões em cada fase lunar, determinando (p=0,1116). Conclusão: Evidenciou-se que a mudança de fases da lua não foi fator determinante para o aumento da demanda de cuidados obstétricos e admissão hospitalar na instituição cenário deste estudo.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.26537

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt