ANÁLISE DA MORTALIDADE PERINATAL E SEUS FATORES ASSOCIADOS

Michelle Thais Migoto, Rafael Pallisser de Oliveira, Márcia Helena de Souza Freire

Resumo


Objetivo: analisar a Mortalidade Perinatal e seus fatores associados no estado do Paraná, Brasil. Método: pesquisa transversal analítica, com dados secundários do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos e Mortalidade. Foi calculada a Taxa de Mortalidade Perinatal, entre 2006 e 2014, e analisadas as variáveis independentes relativas aos óbitos com o teste qui-quadrado. Resultados: a mortalidade perinatal apresentou redução de 11,7%, mantendo a predominância dos óbitos fetais em relação aos neonatais precoces, bem como significância em relação à escolaridade materna (p=0,016) e o baixo peso (p=0,000). Conclusão: identificou-se que a Taxa de Mortalidade Perinatal sofreu redução contínua e lenta no Paraná, durante nove anos.
Descritores: Mortalidade Perinatal. Mortalidade Fetal. Indicadores. Sistemas de Informação em Saúde. Saúde Pública.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.26249

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt