VIOLÊNCIA NO CONTEXTO DE JOVENS UNIVERSITÁRIOS DE ENFERMAGEM: REPERCUSSÕES NA PERSPECTIVA DA VULNERABILIDADE

Elisangela Argenta Zanatta, Jean Henrique Küger, Peterson Luiz Duarte, Thais Cristina Hermes, Letícia de Lima Trindade

Resumo


Objetivo: conhecer como a violência apresenta-se para jovens universitários de Enfermagem e identificar as repercussões desse fenômeno em sua formação profissional, na perspectiva da vulnerabilidade. Método: pesquisa qualitativa realizada com 40 jovens, estudantes de enfermagem de duas universidades públicas de Santa Catarina, Brasil. A produção das informações ocorreu com base no Método Criativo e Sensível, mediado pelas Dinâmicas de Criatividade e Sensibilidade. Os dados foram submetidos à Análise de Conteúdo. Resultados: os jovens apresentaram entendimentos e vivência singulares de violência, evidenciados no processo formativo e para além dele, que refletiam na sua vulnerabilidade ao fenômeno, nos planos individual, social e programático. Conclusão: a compreensão do fenômeno da violência favorece o planejamento de ações com o intuito de empoderar os jovens para o seu enfrentamento, especialmente para auxiliá-los a superar as dificuldades que aparecerão ao longo da formação profissional e tornar suas práticas menos tomadas pela violência.
Descritores: Violência. Enfermagem. Vulnerabilidade em saúde. Adolescentes. Estudantes de enfermagem.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.25945

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt