CONHECIMENTO DE TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM SOBRE CUIDADOS COM CATETERES CENTRAIS EM UM HOSPITAL PEDIÁTRICO

Jessika Rodrigues Rocha, Juliana Ollé Mendes da Silva, Milena da Costa, Débora Maria Vargas Makuch

Resumo


Objetivo: identificar os conhecimentos de técnicos e auxiliares de enfermagem acerca dos cuidados com a manutenção de cateteres venosos centrais de longa, média e curta permanência em crianças. Método: estudo exploratório-descritivo com abordagem quantitativa, realizado de setembro a novembro de 2017, com amostra de 157 técnicos e auxiliares de enfermagem das unidades de internação de uma instituição exclusivamente pediátrica do estado do Paraná, Brasil. Resultados: responderam que já haviam recebido orientações sobre cuidados de enfermagem com cateteres centrais 134 (85,3%) participantes, entretanto 92 (58%) colaboradores pontuaram que a seringa de 1 ml não deve ser utilizada no manuseio desses dispositivos, evidenciando que ainda ocorriam erros nos apontamentos quanto aos cuidados adequados com esses acessos. Conclusão: apesar de a equipe de enfermagem conhecer os cuidados com a manutenção de cateteres centrais, percebeu-se que ainda existiam dificuldades quanto aos cuidados primordiais com esses dispositivos intravenosos de grande relevância para a eficácia da terapia medicamentosa em pediatria. 

Descritores: Cuidados de enfermagem. Cateterismo venoso central. Administração intravenosa. Educação continuada.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.25718

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt