PERCEPÇÃO DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS SOBRE O LAZER

Flávia Maria Derhun, Vivian Carla de Castro, Pâmela Patrícia Mariano, Vanessa Denardi Antoniassi Baldissera, Lígia Carreira

Resumo


Objetivo: identificar as atividades de lazer realizadas em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos e apreender a percepção dos idosos acerca do lazer. Método: estudo descritivo e qualitativo realizado entre janeiro e abril de 2013 junto a 15 idosos institucionalizados. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, analisados pelos princípios da interpretação temática e discutidos à luz do referencial teórico de Foucault. Resultados: o entendimento do lazer para os idosos estava vinculado ao bem-estar psicossocial. As atividades de lazer praticadas eram em sua maioria artísticas, intelectuais, manuais, físicas e sociais, as quais eram promovidas principalmente pela comunidade externa à instituição. Idosos com déficits sensoriais, motores ou cognitivos tiveram dificuldade e/ ou foram impossibilitados de participar ativamente das atividades. Conclusão: as atividades de lazer realizadas na instituição proporcionavam benefícios aos idosos, contudo eram permeadas por relações de poder.
Descritores: Pessoa idosa. Instituição de Longa Permanência para Idosos. Saúde do idoso institucionalizado. Atividades de lazer. Enfermagem geriátrica.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.25703

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt