SUPORTE SOCIAL SEGUNDO PESSOAS IDOSAS: ESTUDO DE MÉTODO MISTO

Talyta do Carmo Vilela, Cristina Arreguy-Sena, Paulo Ferreira Pinto

Resumo


Objetivo: analisar o suporte social de idosos e compreender a representação social elaborada por eles sobre “precisar de alguém”. Método: estudo de método misto realizado em domicílio com pessoas acima de 65 anos adstritas às microáreas de uma unidade de saúde. A coleta de dados ocorreu em 2016, por meio de entrevista gravada e registros realizados no Programa Open Data Kit com base em instrumento contendo a caracterização sociodemográfica, o perfil dos contatos sociais e as abordagens estrutural e processual das representações sociais. Foram realizadas análises estatística descritiva, prototípica e de conteúdo alicerçadas na Teoria de Neuman e das Representações Sociais. Resultados: evidenciou-se que 73,7% tinham mais de 70 anos, eram mulheres (78,4%) e de baixa escolaridade (81,5%). Foram identificados estressores intrapessoais (personalidade), interpessoais (isolamento social) e extrapessoais (distanciamento geográfico). Conclusão: o suporte social de idosos alicerçava-se na família nuclear e contemporâneos (cônjuge e irmãos) e/ou em descendentes (filhos e sobrinhos).

Descritores: Rede Social. Envelhecimento. Enfermagem.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.25171

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt