DOCÊNCIA EM CURSOS SUPERIORES DE ENFERMAGEM: FORMAÇÃO E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

Alexandre Lins Werneck, Eliane Chainça, Claudia Bernardi Cesarino, Kethi Cristina do Rosario Squecola Alexandre

Resumo


Objetivo: identificar a prática pedagógica e a formação de docentes de Cursos de Graduação em Enfermagem. Método: estudo transversal, descritivo e quantitativo, que aplicou questionário em instituições privadas e pública no
estado de São Paulo, Brasil, entre junho e agosto de 2014. Resultados: docentes da instituição pública tinham idades, titulação, tempo na docência, carga horária e formação didática superiores às dos docentes das instituições privadas.
Quanto às práticas, na pública, havia mais discussão de casos; nas privadas, prevaleceu o trabalho em grupo. Nas privadas, diferente da pública, os docentes elaboravam individualmente o planejamento e diagnosticavam necessidades de aprendizagem, porém não havia interdisciplinaridade. A maior dificuldade na pública foi falta de compromisso docente; nas privadas, precarização nas relações de trabalho. Conclusão: as significativas diferenças identificadas em relação à prática pedagógica e à formação de docentes de Cursos de Graduação em Enfermagem repercutiram na qualificação e nas condições de trabalho desses profissionais.

Descritores: Educação em enfermagem. Ensino superior. Prática do docente de enfermagem. Formação docente.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.24975

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt