TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE HISTÓRIA DA ENFERMAGEM BRASILEIRA PRODUZIDAS ENTRE 1979 E 2013

Lisandra Risi, Keythluci Faria, Mercedes Neto, Luciane Velasque, Fernando Porto

Resumo


Objetivo: caracterizar a produção sobre História da Enfermagem nas teses e dissertações no Brasil. Método: estudo quantitativo, de natureza histórica, sendo utilizado o método história serial. Resultados: o total de teses em História da Enfermagem representa 5,39% de toda a produção no CEPEn e na Capes essa produção representa 4,17%. Já nas dissertações temos para o CEPEn a representavidade de 4,01% e na Capes a de 2,85%. A pesquisa evidenciou que a região Sudeste é um forte propagador da pesquisa em história da enfermagem. Conclusão: os
sistemas de pós-graduação em Enfermagem ocupam uma posição fundamental no processo de modernização e desenvolvimento do conhecimento científico, o que também vem fortalecendo a pesquisa em História da Enfermagem.


Descritores: História da Enfermagem. Pesquisa em Enfermagem. Sistemas.


Palavras-chave


História da Enfermagem; Pesquisa em Enfermagem; Sistemas

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v31i4.22055

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt