IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA POPULAÇÃO NEGRA NA BAHIA

Iracema Costa Ribeiro Gomes, Rudson Oliveira Damasceno, Adriana Alves Nery, Ismar Eduardo Martins Filho, Alba Benemérita Alves Vilela

Resumo


Objetivo: descrever a implantação e operacionalização da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da População Negra no estado da Bahia-Brasil. Método: foram utilizados para esta análise documentos oficiais elaborados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia durante 2007 e 2015. Resultados: com o reconhecimento da marca do racismo como um dos determinantes sociais das condições de saúde e objetivo de promover a equidade no que diz respeito à efetivação do direito humano à saúde, a Bahia promove ações para a operacionalização da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, sendo observado crescente incorporação dos objetivos da política nos planejamentos das atividades. Conclusão: são evidentes os avanços das ações de atenção à saúde da população negra na Bahia durante o período estudado, porém o ciclo da política ainda está longe de acabar, o que necessita de ações que promovam maior alcance das atividades nos municípios baianos.

Descritores: Políticas Públicas, Iniquidade Social, Grupo com Ancestrais do Continente Africano.


Palavras-chave


Políticas Públicas, Iniquidade Social, Grupo com Ancestrais do Continente Africano

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v31i2.21500

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.