ENSINO DA TANATOLOGIA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Luna Vitória Cajé Moura, Eva Carneiro Silva Passos, Rose Manuela Marta Santos, Darci de Oliveira Santa Rosa, Carlito Lopes Nascimento Sobrinho

Resumo


Objetivo: identificar a temática tanatologia nos componentes curriculares de cursos de graduação em Enfermagem. Método: pesquisa quantitativa, descritiva, exploratória e de base documental. As fontes foram o projeto pedagógico e a matriz curricular disponibilizadas nos websites de Instituições de Ensino Superior da Bahia segundo critérios: curso presencial ativo em 2015 e reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura. Resultados: das 31 instituições cadastradas, 5 eram públicas, e 24 privadas, 4 possuíam disciplina de Tanatologia. O contato inicial com a Tanatologia dava-se no 3º semestre (37% das Instituições), 2º semestre (31%), 1º e 4º semestres (13,8%). Nenhum website exibia todas as informações, sendo a matriz curricular o documento mais disponibilizado (68,9%). Conclusão: o número de instituições que incluíam em seus currículos a abordagem da tanatologia desde o princí- pio da formação de enfermeiros ainda era reduzido, mesmo que seja importante, por estabelecer relacionamento próximo às pessoas e famílias nos processos de morte e morrer.

Descritores: Tanatologia. Educação em Enfermagem. Bioética.


Palavras-chave


Tanatologia; Educação em Enfermagem; Bioética.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.20888

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt