AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE IDOSOS RESIDENTES EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA

Ana Priscila Marques Lima, Karen Virginia Lopes Gomes, Francisco Gilberto Fernandes Pereira, Livia Moreira Barros, Máguida Gomes da Silva, Natasha Marques Frota

Resumo


Objetivo: avaliar o estado nutricional de idosos residentes em nstituições de Longa Permanência. Método: estudo descritivo e transversal com abordagem quantitativa realizado de março a abril de 2016, com amostra de 78 idosos institucionalizados. A coleta de dados ocorreu com a aplicação do instrumento Mini Avaliação Nutricional durante visitas previamente agendadas. Resultados: predominou o sexo feminino, 44 (56%), e identificou-se que há risco de desnutrição, com média de avaliação global de 17,7 (DP ± 5,2). Houve associação estatisticamente
significativa entre o risco de desnutrição e as variáveis: sexo, idade e tempo de institucionalização, com p < 0,05.
Conclusão: a institucionalização consiste em um fator fortemente associado a alterações no estado nutricional do idoso, o que torna necessária a adoção de medidas adaptativas pelas instituições de longa permanência para essa população no tocante ao suporte nutricional adequado que é importante para a manutenção do estado de saúde e da qualidade de vida.


Descritores: Avaliação nutricional. Nutrição do idoso. Institucionalização.


Palavras-chave


Avaliação Nutricional; Nutrição do Idoso; Institucionalização

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v31i4.20270

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt