TESTE DE LITERACIA FUNCIONAL EM SAÚDE NO ADULTO: PROCESSO PRELIMINAR DE ADAPTAÇÃO CULTURAL E VALIDAÇÃO

Cristina Maria da Silva Saraiva, Maria Deolinda da Luz

Resumo


Objectivo: Traduzir para adaptação cultural e validação da versão portuguesa (Portugal) do teste de Literacia Funcional em Saúde, no Adulto.  Método: Tradução e adaptação cultural da versão original para língua portuguesa utilizada pelas instituições de saúde segundo as orientações de Beaton. Aplicada a versão portuguesa do teste a 148 participantes com o diagnóstico de doença pulmonar obstrutiva crónica através de uma entrevista presencial. Realizada a análise estatística para avaliar a validade das medidas dos dados sociodemográficos, a consistência interna e a fiabilidade. Resultados: A média de idade dos participantes é de 63,2 anos, 54,4% tem o ensino obrigatório, 46,6% tem um salário mensal entre 505€, e 1500€. A validação da consistência interna e da correlação dos itens da escala do pré-teste e do teste foi determinado de acordo com os critérios estabelecidos entre razoável e excelente. Conclusão: O nível adequado de Literacia Funcional em Saúde é o mais representativo destes participantes em todos os graus de ensino, excepto no 1º ciclo. Mais estudos são necessários numa população mais alargada com doença crónica e saudável nesta versão Portuguesa (Portugal).

 

Descritores: Literacia em Saúde; Teste de Literacia Funcional em Saúde no adulto; Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica; Validação e Adaptação Cultural 


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v31i1.17986

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt