VIVÊNCIAS DA MATERNIDADE E PATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA

Evelin Matilde Arcain Nass, Mislaine Casagrande Lima Lopes, Bruna Diana Alves, Eloir Marcolino, Deise Serafim, Ieda Harumi Higarashi, Sonia Silva Marcon

Resumo


Objetivo: Conhecer as experiências da maternidade e paternidade vivenciadas por adolescentes e a participação dos mesmos nos cuidados aos filhos. Método: Estudo descritivo, de natureza qualitativa realizado com 10 pais que vivenciaram a maternidade/paternidade na adolescência. Os dados foram coletados nos meses de novembro e dezembro de 2015, por meio de entrevistas semiestruturadas que foram submetidas à análise de conteúdo. Resultados: A gestação desencadeou conflitos, sentimento de felicidade, mudanças positivas e negativas na rotina diária dos adolescentes e de suas famílias. Os participantes destacaram não terem enfrentado dificuldades na realização dos cuidados com o recém-nascido, em razão do apoio fornecido pelos familiares e profissionais da saúde. Conclusão: A vivência da gestação não foi percebida como condição desfavorável ao casal adolescente; entretanto, o acompanhamento profissional e apoio dos pais é importante para a saúde da criança e desenvolvimento da nova família como um todo. 

Descritores: Adolescente. Gravidez na adolescência. Cuidado da criança.


Palavras-chave


Adolescente. Gravidez na adolescência. Cuidado da criança.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v31i2.16629

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.