CARACTERIZAÇÃO DAS OCORRÊNCIAS DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA

Gleicielle Aparecida Andrade Lefundes, Nathalie Oliveira Gonçalves, Adriana Alves Nery, Alba Benémerita Alves Vilela, Ismar Eduardo Martins Filho

Resumo


Objetivo: caracterizar as ocorrências atendidas pelo serviço de atendimento pré-hospitalar móvel. Método: estudo descritivo, de corte transversal e abordagem quantitativa. Resultados: dentre as solicitações de socorro, a do tipo clínico teve maior proporção (58,9%), seguida pelo traumático com 30,4% dos atendimentos. Com relação às ocorrências clínicas, tiveram destaque as relacionadas ao aparelho circulatório (19,0%). As ocorrências traumáticas, por sua vez, relacionaram-se, em sua maioria, aos acidentes envolvendo veículos automotores (38,5%). No tocante à distribuição geral dos atendimentos por sexo, o maior percentual (50,7%) correspondeu a indivíduos do sexo masculino. Conclusão: o estudo revela maior atendimento por causas clínicas, fruto das demandas não atendidas na rede pública. A ocorrência de determinados agravos esteve atrelada ao fator sexo e à temporalidade.

Descritores: Atendimento Pré-hospitalar; Perfil Epidemiológico; Serviços Médicos de Urgência.


Palavras-chave


Atendimento Pré-hospitalar; Perfil epidemiológico; Serviços médicos de urgência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v30i3.16387

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt