Nota sobre o conceito de ‘reformas revolucionárias’ de André Gorz

Josué Pereira da Silva

Resumo


Este artigo discute a relevância contemporânea do conceito de ‘reformas revolucionárias’, elaborado por André Gorz na década de 1960 e por ele retomado em seus escritos mais recentes. Minha tese aqui é que tal conceito continua atual e tem sido apropriado, direta ou indiretamente, por outros teóricos sociais contemporâneos, ainda que muitas vezes esses últimos utilizem uma linguagem diferente. Para tanto, começo por apresentar em linhas gerais os contornos do conceito. Em seguida, mostro como ele foi utilizado por Gorz ao longo de seus escritos; e, por fim, eu o discuto a partir dos trabalhos de outros autores, focando em alguns temas dos debates contemporâneos.

Palavras-chave


André Gorz, Reformas revolucionárias, Tempo de trabalho, Renda básica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/ccrh.v30i81.22508

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Caderno CRH


Centro de Estudos e Pesquisas em Humanidades
FFCH/Universidade Federal da Bahia
Estrada de São Lázaro, 197 - Federação
40.210-730 Salvador, Bahia Brasil
Tel.: (55 71) 3283-5857/3283-5856



ISSN Online 1983-8239     ISSN Impresso 0103-4979

 
 
 
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.