AS RELAÇÕES ECONÔMICAS BRASIL – ANGOLA (1975-1988)

Sílvio Humberto

Resumo


Este artigo analisa a natureza das relações econômicas Brasil – Angola no período compreendido entre 1975-1988, objetivando apreender as razões que levaram o Brasil a ser o primeiro país a reconhecer a independência angolana, proclamada pelo MPLA, de tendência marxista, quando o quadro político brasileiro era de cerceamento das liberdades individuais. Para entender a complexidade dessa tomada de posição do Brasil, foi fundamental analisar o peso dos fatores não-econômicos no estreitamento dos laços entre os dois países.

PALAVRAS-CHAVE: Relações internacionais, África, Brasil-Angola, relações sul-sul, economia- cultura

THE BRAZIL-ANGOLA ECONOMIC RELATIONSHIPS (1975-1988)
Silvio Humberto dos Passos Cunha

This article analyses the nature of the economic relationships between Brazil and Angola in the 1975-1988 period. Its objective is to understand the reasons that made Brazil the first country to recognize Angola’s independence announced by the MPLA, of Marxist trend, at a time when the Brazilian political situation limited individual freedom. In order to understand the complexity of the position adopted by Brazil, it was vital to analyze the weight of the non-economic factors in the narrowing of ties between the two countries.

KEY WORDS: International Relationships, Africa, Brazil-Angola, relationships South-South, economy-culture



Publicação Online do Caderno CRH: http://www.cadernocrh.ufba.br

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/ccrh.v15i36.18632

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais


Centro de Estudos e Pesquisas em Humanidades
FFCH/Universidade Federal da Bahia
Estrada de São Lázaro, 197 - Federação
40.210-730 Salvador, Bahia Brasil
Tel.: (55 71) 3283-5857/3283-5856



ISSN Online 1983-8239     ISSN Impresso 0103-4979

 
 
 
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.