Caixas de guardar solidão: uma poética visual que dialoga com a cultura popular e a mundialização
[Luiz Maurício Alfaya]

Cadernos PPGAV

Resumo


Caixas de Guardar Solidão: uma poética visual que dialoga com a cultura popular e a mundialização, tem como objetivo reverenciar a cultura popular baiana, representada pelas músicas oriundas dos folguedos e pela técnica usada na construção de casas populares, conhecida como taipa, numa série de esculturas-sonoras.

Texto completo:

PDF


Cadernos do PPGAV

ISSN 0000-0000 (versão eletrônica) ISSN 1807-9318 (versão impressa)
Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia
Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV)
R. Araújo Pinho 212, Canela, Salvador-Bahia-Brasil, 40110-150
Tel.: (71) 3283-7923 Fax: (71) 3283-7916
Email: mesarte@ufba.br