Raimundo Nina Rodrigues, Clarival do Prado Valladares e Marianno Carneiro da Cunha: três historiadores da arte afro-brasileira
[Eliene Nunes]

Cadernos PPGAV

Resumo


O tema arte afro-brasileira está em evidência, sobretudo a partir de 2000, ano das comemorações dos 500 anos do descobrimento, evento que foi norteado pela perspectiva de enfatizar as contribuições dos diversos povos que formaram o que o senso comum denomina de brasilidade. A aprovação de uma legislação educacional nacional, a lei n° 10639/03, que torna obrigatório o ensino das culturas africana e afro-brasileira nas escolas foi também um fator que trouxe a temática para o centro das discussões da história da arte. Mas a história da arte afro-brasileira tem já uma longa trajetória no país. Inventariar e analisar a sua escrita averiguando como se constituiu este campo de estudos é a tarefa a qual dedico o doutoramento em curso no Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal da Bahia, realizando uma pesquisa de cunho historiográfico que está levantando todos os escritos sobre arte afrobrasileira, de 1904 a 2006.

Texto completo:

PDF


Cadernos do PPGAV

ISSN 0000-0000 (versão eletrônica) ISSN 1807-9318 (versão impressa)
Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia
Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV)
R. Araújo Pinho 212, Canela, Salvador-Bahia-Brasil, 40110-150
Tel.: (71) 3283-7923 Fax: (71) 3283-7916
Email: mesarte@ufba.br