Crise de modelos, adaptações tecnológicas e desafios do campo jornalístico // MODELS CRISIS, TECHNOLOGICAL ADAPTATIONS AND THE CHALLENGESR TO THE JOURNALISTIC FIELD

Sergio Luiz Gadini

Resumo


Entre as angústias mais frequentes no meio profissional e acadêmico em Jornalismo está um questionamento central sobre o futuro da profissão. É, em princípio, uma pergunta sem resposta imediata, que passa pelos complexos meandros instituintes do ‘fazer’ jornalístico frente às constantes transformações técnico-informacionais que afetam diariamente hábitos, práticas e estratégias de produção no jornalismo contemporâneo. A expressão crise parece marcar o cotidiano do campo jornalístico, ainda que as principais indicações apontem para a superação dos modelos convencionais de emissão a partir de um único pólo, desconsiderando a propagada interação midiática. O texto apresenta dados e indicadores para situar o jornalismo em novos cenários e antigas limitações. Em seguida, são apresentados elementos contextuais sobre o cenário de mídia no País, buscando apontar alguns desafios e possibilidades de atuação jornalística, bem como situar experiências que indicam novos modos de produção no jornalismo.

Palavras-chave


Campo jornalístico. Hábitos profissionais. Convergência tecnológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v12i1.9808