Les séries américaines comme symptôme // As séries americanas como sintoma

François Jost

Resumo


As séries americanas de sucesso (The Mentalist, Lie to me, Dr House, etc.) são aqui vistas como sintomas, ou seja, como signos que dizem alguma coisa da sociedade que lhes aprova. Nesse sentido, trata-se de um ensaio de séméiologie, a ciência dos sintomas para a medicina. Mostra-se que elas satisfazem uma sede de saber. Nesse contexto, a intimidade desempenha um papel de conhecimento último, como atestam diversos procedimentos como a voz over. Através desse desejo de penetrar na intimidade profunda dos seres, há uma infatigável busca pela transparência perdida. Nesse contexto, o segredo é considerado uma mentira. As séries americanas apresentam uma consolação à perda definitiva da transparência em nossas sociedades democráticas.

Palavras-chave


Séméiologie; Intimité; Séries américaines; Transparence; Voix over.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v10i1.6105