O CENÁRIO DO JORNALISMO NO ECOSSISTEMA DIGITAL: O ESTUDO DE CASO DO JORNAL EXPRESSO // JOURNALISM SCENARIO IN THE DIGITAL ECOSYSTEM: THE EXPRESSO NEWSPAPER CASE STUDY

Lilian Marcia Chein Feres, João Carlos Ferreira Correia

Resumo


Alicerçado na teoria sobre a nova ecologia dos meios, busca-se mostrar as diferenças entre o ecossistema digital e o tradicional, apresentando um diagnóstico do cenário econômico do jornalismo em dispositivos ubíquos (smartphones, phablets e tablets) a partir de uma abordagem conceitual alinhada à pesquisa (de campo) realizada com compradores do Jornal Expresso, semanário português. O objetivo é compreender em que medida os consumidores estão dispostos a pagar por conteúdo jornalístico online – e até mesmo substituir a compra do papel pela versão puramente digital – e o que predispõe as pessoas a pagarem por conteúdo jornalístico, em especial via smartphones e/ou phablets e/ou tablets. Pretende-se testar a hipótese de que as pessoas estão dispostas a pagar, mas dependendo do tipo de conteúdo, da qualidade da informação e fonte, da facilidade de pagamento ou do preço. Nesta reflexão teórico-prática, compreende-se em que medida as novas tecnologias competem com as antigas assim como o processo de “coopetição”, em que equipes de meios diferentes (impresso, televisão, rádio, internet) promovem e compartilham informação, mas com certa desconfiança limitando o grau de cooperação e interação.

Palavras-chave


Jornalismo, ubiquidade, convergência, Expresso

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v15i1.21458