BELA, RECATADA E “DO LAR”: UMA ANÁLISE DO DISCURSO DA MATÉRIA QUE PAUTOU O DEBATE DE GÊNERO NAS REDES SOCIAIS // BEAUTIFUL, MODEST AND “HOUSEWIFE”: A DISCOURSE ANALISYS OF THE NEWS REPORT THAT GUIDED THE GENDER DEBATE IN SOCIAL MEDIA

Renata Barreto Malta, Suyene Correia Santos

Resumo


O presente artigo parte de uma revisão bibliográfica que discute o gênero como construto cultural e sua performatividade modulada pelo discurso. Baseando-nos nessa premissa, propomos a Análise do Discurso de uma reportagem publicada pela Revista Veja online, intitulada Bela, recatada e “do lar” em abril de 2016, com o objetivo de compreender o conteúdo do discurso e seu ethos, assim como verificar, em alguma medida, seu contexto. Acerca dos resultados obtidos, especificamente a partir dos itens lexicais e técnicas de argumentação, identificamos um modelo de representação da mulher regido pela heteronormatividade compulsória e pelo patriarcalismo, assim como percebemos papéis sociais díspares no que se refere ao gênero masculino e feminino. A posição do enunciador no que concerne ao contexto político também faz parte do discurso. Como repercussão, observamos uma avalanche de outros discursos, grande parte de resistência ao modelo de representação ali retratado, mas também conservadores, os quais dão forma a discursos plurais imersos aos sistemas simbólicos midiáticos, pautando o debate de gênero, especialmente nos espaços virtuais.

Palavras-chave


Performatividade de gênero, Análise de Discurso, Revista Veja.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v15i2.17800