(IN)VISIBILIDADE ALGORÍTMICA NO “FEED DE NOTÍCIAS” DO FACEBOOK // ALGORITHMIC (IN)VISIBILITY IN FACEBOOK NEWS FEED

Amanda Chevtchouk Jurno, Carlos Frederico de Brito d'Andréa

Resumo


Apesar de os algoritmos responsáveis pelo Feed de Notícias (FN) serem apresentados pelo Facebook como atores que agem objetiva e imparcialmente, eles são realizações incertas e provisórias, sendo refeitos e adaptados constantemente. Neste artigo, discutimos os regimes de visibilidade e invisibilidade gestados pelo Facebook no FN, com ênfase na articulação das agências de humanos e não humanos. Discutimos ainda o esforço institucional da empresa em se tornar mais transparente sem, no entanto, revelar detalhes técnicos do funcionamento de seus algoritmos. Para isso, partimos de informações fornecidas pelo próprio Facebook – principalmente por uma série de 34 posts publicados desde 2013 na categoria NewsFeed FYI do site Newsroom. Entre outras questões, as informações compiladas nos permitiram identificar o crescente conjunto de variáveis que influenciam na exibição (ou não) de um post e algumas tensões em torno do que privilegiar (conteúdos de interesse pessoal ou mais amplos, por exemplo). Para essa discussão, nos apoiamos em um conjunto de autores que discutem a agência dos algoritmos na contemporaneidade, com ênfase nos regimes de visibilidade e invisibilidade (GILLESPIE, 2014) e de conhecimento (KITCHIN, 2014) por eles gestados. Mais especificamente, nos aproximamos de estudos que se atêm à especificidades dos algoritmos nas redes sociais online e no Facebook (GERLITZ e HELMOND, 2013; BUCHER, 2012).

Palavras-chave


Facebook; algoritmo; agência

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v15i2.17796