A gente se vê pela rede: Cultura de Fãs e participação online na minissérie #FelizesParaSempre // Fan networks and online participation around the minisseries "Felizes para sempre"

Cecília Almeida Rodrigues Lima, Janaina de Holanda Costa Calazans

Resumo


As emissoras de televisão passam por um momento de reflexão e reconfiguração de seus processos e formas de interação com os espectadores. Esse processo parte da observação de um cenário de convergência midiática que traz novas perspectivas para o veículo e seus conteúdos, que vão sendo incorporados às mídias digitais em sua agenda, com ênfase nas redes sociais online. Além disso, têm-se um novo espectador, cada vez mais partipativo que transformou-se em uma peça fundamental para a indústria televisiva na busca pela manutenção da audiência. Esse novo espectador vem sendo constantemente estimulado a interagir com os produtos exibidos pela televisão a partir das mídias digitais, com o objetivo de conquistar fãs e mobilizar outros espectadores em potencial. Este artigo tem o objetivo de analisar a repercussão online da minissérie Felizes para Sempre?, exibida pela Rede Globo no primeiro semestre de 2015, identificando as redes de narradores mais relevantes no Twitter, a forma como estão ligados entre si e a abrangência que atingem, assim como apontar os principais conteúdos associados à narrativa.

Palavras-chave


Culturas de fãs; Redes sociais digitais; Televisão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v14i2.13919