Convenções de gênero e violência sexual: A cultura do estupro no ciberespaço // Gender and sexual violence conventions: the rape culture in cyberspace

Mariana Rost, Miriam Steffen Vieira

Resumo


Esta etnografia do ciberespaço visa contribuir com o debate sobre o tema da violência sexual a partir da análise das narrativas dos participantes de um debate online sobre o episódio no qual o diretor teatral Gerald Thomas enfiou a mão por debaixo do vestido da repórter Nicole Bahls sem consentimento e publicamente. A análise revelou que a noção de violência sexual é atravessada por moralidades relativas a convenções de gênero e sexualidade que interferem na percepção dos direitos individuais das mulheres. Seguimos a perspectiva da crítica feminista amparada na categoria cultura do estupro como forma de denúncia pública desta violação.

Palavras-chave


violência sexual; feminismo; cultura do estupro

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v13i2.13881