Eleições, aborto e temas controversos: o ativismo político-midiático de grupos religiosos e o silenciamento do governo // Elections, abortion and controversial topics: the political and media activism of religious groups and the government silencing

Sandra Bitencourt de Barreras, Maria Helena Weber

Resumo


Esse texto pretende contribuir para mais reflexão em torno do tema aborto, a partir da premissa de que as instituições políticas e religiosas, no Brasil, se apropriam do tema de modo estratégico. Esta análise elegeu discursos, mobilizações, silenciamentos políticos e religiosos ocorridos na campanha presidencial de 2010 e em 2013, quando o tema aborto volta à pauta do Senado Federal, com o polêmico projeto Estatuto do Nascituro. Também foi atualizado com a caracterização e análise do perfil e das primeiras ações da 55ª legislatura no Congresso Nacional decorrente das eleições de 2014. Tendo como locus, as redes sociais na internet, o objetivo do trabalho é mostrar o processo de neutralização desse complexo e importante debate para a sociedade, considerando que enquanto as instituições religiosas se posicionam explicitamente e mobilizam seus seguidores, o governo silencia. Neste sentido, a valorização dos princípios morais e religiosos se sobrepõem a argumentos relacionados a problemas sociais, de saúde pública e danos familiares causados pela ausência do debate público sobre a criminalização do aborto.

Palavras-chave


Ativismo político-religioso. Aborto. Redes Sociais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v13i2.13853