Narrativas em tensão: modos de ser jovem na/da periferia // Narratives in tension: modes to be young in the periphery

Daniela Matos

Resumo


O artigo busca compreender como diferentes fluxos narrativos configuram o coletivo ‘juventude urbana e periférica’ e identificar o lugar da autonarrativa juvenil periférica nessa articulação. Para a análise, desenvolvemos um arranjo teórico metodológico, identificado como Mapa-Texto, que compreende os mecanismos de cooperação, negociação e embate operados por diferentes atores sociais e suas narrativas na construção dos modos de ser jovem nas/das periferias urbanas brasileiras.

Palavras-chave


narrativa, juventude, periferia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v13i2.12261