Células-tronco: uma breve revisão

Verônica Ferreira de Souza, Leonardo Muniz Carvalho Lima, Sílvia Regina de Almeida Reis, Luciana Maria Pedreira Ramalho, Jean Nunes Santos

Resumo


As células-tronco são células indiferenciadas ou com baixo grau de diferenciação, encontradas em tecidos embrionário e extra-embrionário. Podem permanecer em estado quiescente até a fase adulta, através da auto-replicação, ou diferenciar-se em diversos tecidos, a partir da expressão de determinados genes, e exercer funções específicas. Muitos estudos vêm sendo direcionados para a utilização dessas células na terapia de várias doenças, e os resultados obtidos até então são bastante promissores, o que faz muitos autores acreditarem que as células-tronco representam a terapia do futuro, podendo significar a cura de determinadas doenças, tais como diabetes, cardiopatias, câncer e mal de Alzheimer.

Palavras-chave


Plasticidade; Renovação celular; Diferenciação celular; Embrião.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cmbio.v2i2.4292

CAPESCAPES-PERIODICOS CNPq BVS FAPESB UFBA ICS PPORGSISTEM

ISSN(impresso): 1677-5090 / ISSN(eletrônico): 2236-5222