Células tronco mesenquimais derivadas de tecido adiposo no tratamento de cirrose hepática

Luma Cardoso Barreto, Laine Oliveira Sacramento, Jaqueline Almeida Andrade, Luiz Fernando Quintanilha

Resumo


Introdução: hepatopatias crônicas figuram entre as principais causas de morte no mundo e o transplante hepático permanece como a única alternativa terapêutica curativa disponível. A terapia celular utilizando células tronco tem sido demonstrada como uma alternativa potencial, porém os mecanismos envolvidos na resolução da doença permanecem em debate. Metodologia: trata-se de uma revisão de literatura, na qual foi realizada uma consulta por artigos científicos selecionados através de busca no banco de dados do PubMed e Scielo no período de agosto de 2016 a junho de 2017. Objetivo: este estudo tem como objetivo descrever os mecanismos envolvidos na regeneração/reparo da cirrose hepática através do tratamento com células tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo (AD-MSCs). Resultados e discussão: os estudos utilizando terapia celular apontam como principais mecanismos a fibrinólise, imunomodulação e atividade antioxidante. Com relação a atividade fibrinolítica, o aumento proeminente na expressão de enzimas como MMP2, MMP3 e MMP9 explica a redução da fibrose normalmente observada. A atividade imunomodulatória das ADMSCs parece estar relacionada com a secreção de agentes imunossupressores e fatores que promovem a hematopoiese. Finalmente, as AD-MSCS são capazes de aumentar a atividade do NF-E2-related fator (Nrf2), um fator de transcrição crucial na expressão de diversas enzimas relacionadas à resolução do estresse oxidativo. Conclusão: os estudos utilizando a terapia celular evidenciaram que fibrinólise, imunomodulação e efeito antioxidante podem, de forma associada, contribuir para os bons resultados apresentados. Apesar dos principais mecanismos propostos terem sido apresentados neste presente trabalho, mais estudos são necessários a fim de determinar a precisa contribuição de cada um deles.

Palavras-chave


Transplante de Células Tronco Mesenquimais. Tecido adiposo. Cirrose hepatica. Antioxidantes. Fibrinólise. Imunomodulação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cmbio.v16i2.22543

Direitos autorais 2017 Revista de Ciências Médicas e Biológicas

CAPESCAPES-PERIODICOS CNPq BVS FAPESB UFBA ICS PPORGSISTEM

ISSN(impresso): 1677-5090 / ISSN(eletrônico): 2236-5222