Nan Goldin: da Fotografia do Cotidiano à Visibilidade Drag Queen

Vivian Castro de Miranda

Resumo


Este trabalho tem como objetivo apresentar a biografia da fotógrafa americana Nan Goldin, a partir do recorte de sua produção datada entre as décadas de 1970 e 1990, em que ela fotografou a comunidade drag queen. A partir do cruzamento de informações vigentes em documentário (Série, 2004) e fontes relevantes (Guggenheim Museum, EUA; The Guardian, UK) a quem a fotógrafa concedeu entrevistas ou foi notícia, procura-se explorar nesse texto a importância de uma produção que se insere no âmbito de questões caras ao contexto contemporâneo, que é a temática de gênero. Com a perspectiva teórica adotada, baseada principalmente nos apontamentos de Barthes (1984), é possível compreender o corpus analisado como resultante de um olhar sensível para o aspecto humano, com impacto para a discussão e aceitação do grupo social.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cgd.v3i3.23657



Direitos autorais 2017 Cadernos de Gênero e Diversidade

 Cadernos GenDiv, Salvador, BA, Brasil. e-ISSN: 2525-6904

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.