Em Briga de Marido e Mulher a Educação Mete a Colher: a Atuação do Profissional de Pedagogia no Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência

Lana Claudia Macedo da Silva, Ana Daniele Mendes Carrera

Resumo


O estudo objetiva investigar as ações educativas desenvolvidas no Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) em Situação de Violência, bem como, compreender o trabalho exercido pela profissional de pedagogia no combate à violência contra a mulher. O CRAM faz parte da rede de enfrentamento de políticas para mulheres, instituído a partir da Conferência de Belém do Pará (1994) e efetivado em 2006, com a criação da Lei Maria da Penha. Este Centro é responsável por realizar ações psicossociais e pedagógicas, sendo um novo campo de atuação em ambientes não escolares para os profissionais da pedagogia. É importante considerar que o CRAM-Ananindeua atende mulheres e crianças de faixas etárias diversas, grau de escolaridade e diferentes níveis socioeconômicos. A pesquisa qualitativa pautou esta investigação por meio de entrevista semiestruturada e observação, buscando conhecer os atendimentos realizados e as práticas educativas abordadas. Essas informações foram cruciais para perceber que há outra possibilidade de intervir em relação à violência contra mulher, e o profissional da pedagogia é essencial nas diversas redes de apoio. No percurso deste estudo foi possível conhecer de maneira abrangente a atuação do profissional de pedagogia nesta instituição, e a relevância da educação ao se falar de violência contra a mulher. O CRAM trabalha a desconstrução da naturalização da violência e o empoderamento das mulheres em situação de violência. Considera-se que a educação representa um dos aspectos cruciais para a mudança de comportamento e adoção de medidas para a redução de casos de violência, uma vez que a cultura machista e a sociedade intolerante contribuem para os altos índices de casos e vítimas, daí a relevância do tema em diferentes espaços educativos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cgd.v3i1.22129



Direitos autorais 2017 Cadernos de Gênero e Diversidade

 Cadernos GenDiv, Salvador, BA, Brasil. e-ISSN: 2525-6904

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.