OS GRUPOS RACIAIS NAS ELEIÇÕES DE 2014: DESAFIO À REPRESENTAÇÃO NA DEMOCRACIA

Anne Alencar Monteiro

Resumo


O presente artigo visa analisar as manifestações de raça no que se refere à candidatura de negros, brancos, índios e ciganos nas eleições brasileiras ocorridas no ano de 2014. A análise parte do monitoramento da mídia e entrevistas realizadas no período da eleição. Abordaremos a questão da representação a partir da estatística eleitoral dos grupos raciais e também a partir das principais propostas defendidas pelos candidatos em relação às questões raciais. Buscamos com isso compreender o sistema político brasileiro que se mostra desigual e alertar para a criação de mecanismos eleitorais mais igualitários. Esse artigo é fruto de uma parte das pesquisas realizadas para o projeto de extensão “Manifestações de Gênero, Raça e Sexualidade nas eleições de 2014”, carinhosamente chamado de “Observatório Feminista das Eleições” que tem como objetivo analisar as manifestações de gênero, raça, sexualidade e religião no processo eleitoral. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cgd.v1i1.16330



Direitos autorais

 

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.