A PROBLEMÁTICA DA VOZ FEMININA NA CONTEMPORANEIDADE

Tailane de Jesus Sousa

Resumo


A questão feminina está em evidência no mundo ocidental, mas não apenas nele. É interessante, então, analisar suas singularidades no âmbito da literatura, uma vez que esse tema constitui uma reivindicação presente na construção literária. Assim, na contemporaneidade, a partir da valorização de um discurso literário polifônico, torna-se audível, principalmente nas narrativas construídas por mulheres, a enunciação de um feminino requerendo a legitimação do seu discurso. Eleva-se, assim, uma enunciação que se propõe uma fala de viés igualitário. Empregando o recurso da autoconsciência, as autoras inscrevem traços que evidenciam a problemática da representação da voz feminina que busca a legitimidade de seu sujeito e o reconhecimento da sua subjetividade em cada espaço literário. A busca peculiar a essas autoras é que elas inserem na sua malha textual questões pertinentes à representação do feminino na contemporaneidade, bem como os discursos sobre esse feminino, a implosão do sujeito e da voz da escrita. Em um momento em que as mudanças de saberes acontecem em intervalos cada vez mais curtos, a representação da voz feminina merece uma atenção especial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cgd.v1i1.13743



Direitos autorais

 Cadernos GenDiv, Salvador, BA, Brasil. e-ISSN: 2525-6904

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.