As teses de Marx sobre Feuerbach: uma crítica à religião

Alana de Andrade Santana

Resumo


As teses de Karl Marx publicadas em 1888, trouxeram grandes contribuições
para uma nova perspectiva de entendimento da realidade social e das relações humanas. A proposta humanista, comunitária, materialista e ateísta trazida por Marx nas teses proporciona uma mudança de paradigma. Tal mudança pressupõe que se volte o olhar para a dimensão humana. Com este estudo, objetivou-se analisar as teses de Marx sobre as críticas às religiões trazidas por Feuerbach. Para tanto, deteremos nossa análise especialmente às críticas feitas ao cristianismo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa através da análise bibliográfica das Teses de Marx sobre Feuerbach, além de artigos sobre o tema, publicados em idioma nacional. A principal crítica de Marx exposta nas teses reside no fato de Feuerbach não considerar o mundo concreto como um mundo de produção histórica, e sim como decorrente de um processo natural distante das práticas sociais humanas.


Texto completo:

PDF

Referências


MARX, K. Teses sobre Feuerbach. Disponível em:

marxists.org/portugues/marx/1845/tesfeuer.htm>. Acesso em: 20 jul.

SOUZA, J. C. de. Teses as Marx para uma crítica ao (não-) pragmatismo

de Marx. Cognitio, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 115-144, jan./jun.

Disponível em:

article/viewFile/11660/8390>. Acesso em: 10 ago. 2017.

PAULA, L. K. As tese de Marx sobre Feuerbach: uma reflexão a

partir de Erns Bloch. UNESPAR, Paranavaí, 2014. Disponível em:

. Acesso em:10 ago. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.