O desenvolvimento da argumentação e da linguagem científica por graduandos em química mediante a produção textual

Viviane Martins Garcia, Aline Araújo Dias Barros, Miyuki Yamashita, Wilmo Ernesto Francisco Junior

Resumo


O incentivo à produção textual científica é, em geral, pouco estimulado, sobretudo nas áreas das ciências da natureza. Entretanto, o conhecimento científico é altamente imbricado à linguagem científica. Sendo assim, dominá-la, tanto na forma oral quanto na forma escrita, é uma competência essencial para a prática científica e o seu aprendizado. O objetivo deste trabalho é desenvolver a capacidade de comunicação e argumentação dos alunos de graduação em química. Para isso procedeu-se a discussão de dois textos científicos (resumo e artigo), bem como a produção desses textos pelos estudantes e posterior análise em que foi adotado o Modelo de Argumentação proposto por Kelly e Takao. Os resultados apontam que os alunos apresentaram argumentos apoiados nos dados experimentais e foram capazes de formular afirmações teóricas a respeito, que indica o desenvolvimento de habilidades argumentativas

Palavras-chave


Escrita. Argumentação. Ensino de química

Texto completo:

PDF