A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DE PROFESSORES DE QUÍMICA NO CONTEXTO DE UM INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

Ana C. Beja, Mara R. L. Costa, Flávia Rezende

Resumo


Buscamos investigar como a identidade docente vem sendo construída por licenciandos em química através da identificação do significado que atribuem ao “ser professor” e a forma como compreendem o seu processo formativo. O corpus analisado corresponde as narrativas de duas licenciandas do 3o período do curso de Química do IFRJ/Campus Duque de Caxias, sobre seu processo de formação. Tomando as narrativas como enunciados, usamos um dispositivo que permitiu realizar uma análisebakhtiniana dos mesmos. A partir dessa análise observamos que Marie supera a dicotomia entre conhecimento específico e conhecimento pedagógico enquanto os enunciados de Irene não dialogam com os conhecimentos construídos no curso, o que é consistente com sua visão simplista da docência.Elas significam suas experiências no curso de forma diferente em função de experiências educacionais enão educacionais passadas e outras influências extra-formação, que estão sendo colocadas em xequefrente a um novo olhar sobre a profissão docente.

Palavras-chave


Identidade. Formação de professores. Análise bakhtiniana

Texto completo:

PDF